Blog

Alerta contra câncer de mama nos pets

  1. 02 Out 2018
  2. 774
Alerta contra câncer de mama nos pets

Outubro é um mês de luta e prevenção contra o câncer de mama, doença que, assim como nas mulheres, atinge também os animais. Segundo dados do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), a incidência do tumor em cadelas é de cerca de 45%, quase o dobro dos novos casos da doença em mulheres, e que aproximadamente 30% das gatas são diagnosticadas com a doença.

A lista de principais sintomas da doença inclui dor, falta de apetite, odor desagradável, vômitos e apatia. Após o diagnóstico, por meio de um exame citológico (punção com agulha) ou por uma biópsia, que indicam a gravidade do tumor, o tratamento pode ser realizado com cirurgia, radioterapia, quimioterapia ou eletroquimioterapia.

Os veterinários apontam a castração de cadelas e gatas antes do primeiro cio como a melhor forma de prevenir o surgimento da doença, uma vez que o procedimento bloqueia os fatores hormonais dos animais. Fatores como genética, natureza hormonal e até o ambiente podem influenciar no aparecimento da doença. As fêmeas mais idosas estão mais sujeitas ao desenvolvimento da doença. 

O índice reforça a necessidade de conscientizar os tutores de animais sobre a importância de exames periódicos. O diagnóstico precoce em animais tem tanta relevância quanto em humanos, aumentando em 90% as chances de cura.

Para diagnosticar o câncer em animais, os tutores podem observar o aparecimento de nódulos, pólipos ou aumento de volume no tecido mamário; um exame feito pela palpação das mamas, mesmo no ambiente doméstico, também pode ser eficaz.

Deixe um Comentário

Curta nossa página

Posts Recentes