Blog

Castração: boa receita para a saúde dos pets

  1. 14 Abr 2020
  2. 975
Castração: boa receita para a saúde dos pets

Os estudos apontam que o câncer de mama é muito comum entre cadelas e gatas. As pesquisas revelam que de 70% a 80% dos animais podem desenvolver a doença ao longo da vida, enquanto que a incidência de tumores malignos ultrapassa os 50% nas cadelas, e nas gatas aproxima-se de 90%.

Os números não deixa dúvidas sobre a importância da castração como forma preventiva para evitar que cadelas e gatas sofrem com esse problema. Além do mês de outubro, que reserva importantes campanhas de prevenção, o cuidado deve ser tomado o ano inteiro.

Por isso, os tutores precisam ficar de olho nos principais sinais de alteração nos animais. Neste caso, a consulta ao veterinário é a melhor maneira de evitar o mal. Segundo os médicos veterinários, a castração é a melhor maneira de prevenção, sobretudo, se for feita antes do primeiro cio, dimunindo bem as chances de desenvolvimento de tumores mamários.

Ainda de acordo com pesquisas, o câncer de mama ocorre em função de
um distúrbio hormonal, portanto, a castração é uma forma de evitar a
ocorrência dos picos observados durante o cio das fêmeas.

Além disso, é extremamente importante a análise periódica das glândulas mamárias do animal, que pode ser feita pelo próprio tutor, que deve apalpar a área, verificando se há presença de nódulos, assim como é feito nos humanos.

Existem alguns sinais importantes que servem como ponto de atenção para os tutores, como dor e vermelhidão na região mamária do animal. Na prevenção do problema, boas dicas são fazer consultas periódicas ao veterinário e os exames regulares.

Deixe um Comentário

X