Blog

Como conviver bem com um pet em apartamento

  1. 14 Mar 2016
  2. 419
Como conviver bem com um pet em apartamento

Além de cumprir as regras do condomínio e as boas maneiras para convivência tranquila com os vizinhos, quem tem a companhia de animais de estimação em apartamentos precisa ficar atento aos cuidados que eles necessitam. Do espaço onde devem se abrigar ao cantinho das necessidades fisiológicas, dentro de casa, é preciso pensar em tudo. E mais: educar e criar no animal os melhores hábitos. Assim a convivência será pacífica e duradoura, sem estresse, entre quatro paredes.

Apesar de simples, a questão carrega para a rotina diária uma série de questionamentos, entre eles o risco de confinamento pela falta de espaço dos imóveis mais modernos. Ou seja, o tutor tem mais um ser para dividir alguns poucos metros quadrados.

Com isso, o animal pode passar por diversos picos de ansiedade ao longo do dia, desde a partida de seu tutor para o trabalho até o tão aguardado passeio para a rua. Isso requer paciência e muita atenção dos donos para que os pets não se sintam acuados. 

Se você sai cedo para o trabalho, tire alguns minutos para fazer um passeio com o animal pelas ruas próximas a seu imóvel. Com o exercício matinal, o pet se sentirá mais cansado, aumentando as chances de que durma a maior parte do tempo, enquanto estiver sozinho. Não deixa de colocar ração e água suficientes para o animal passar bem o dia.

Outro caso comum é que cães de grande porte, precisam de muito espaço e podem se sentir presos no caso de não haver um espaço suficiente, podendo levá-los até a desenvolver depressão. Os cães não serão felizes presos em áreas pequenas como lavanderias ou banheiros. A saída, então, é adequar o máximo possível seu apartamento para receber o animal ou criar condições para que este se exercite e veja a luz do dia. Bons brinquedos vão ajudar o pet a se mexer.

O animal gosta de atenção, então de nada adianta deixá-lo com alguém que não brincará com ele. Logo, tire um tempinho do seu dia para se dedicar a algumas atividades com seu animal, pois ele não deve ficar isolado o dia todo.

Ensine o cão a fazer suas necessidades fisiológicas em um lugar específico, mantendo este local sempre limpo, pois, acredite, seu cachorro também não gosta de sujeira nem de cheiros ruins e ele pode até se sentir mal e muito triste nestas condições. Isso também costuma gerar desavenças com os vizinhos, que, com certeza, não são obrigados a sentir a morrinha dos animais.

Deixe um Comentário

Curta nossa página

Posts Recentes