Blog

Como evitar que as pulgas ataquem seu pet

  1. 11 Ago 2020
  2. 738
Como evitar que as pulgas ataquem seu pet

Cuidado! Os inimigos dos pets, sorrateiramente, podem estar em todas as partes. É o caso das pulgas, um dos parasitas mais comuns para os cães, que exigem uma vigilância constante para a sua eliminação. Contra elas, a palavra de ordem, é eliminar, pois na fase adulta atacam os animais, mas nas outras ficam pelos ambientes.

Então, a principal receita contra as pulgas é a manutenção e a boa higiene dos locais da casa, sobretudo, onde os pets costumam ocupar. Ou seja, é preciso ficar muito atento aos principais espaços infectados pelas pulgas. Resumindo: não é somente uma medicação antipulga para resolver o problema.

A contaminação acontece devido ao ciclo de vida do parasita. As pulgas fêmeas são capazes de colocar cerca de 50 ovos por dia, que levam apenas de um a 10 dias para se desenvolver. Quanto mais alta a temperatura, mais rápido elas crescem e se tornam adultas.

Uma vez infectado pelas pulgas, os pets podem contrair uma série de doenças, como alergias, verminoses, dermatites, anemias e até mesmo sintomas de estresse. Sem contar que elas também podem atacar os tutores.

Existem produtos específicos para acabar com esse problema, como os sprays antipulga. Mas, dependendo do nível de infestação, o melhor caminho a seguir é fazer a dedetização dos ambientes. Isso vai auxiliar no combate de todos os estágios de vida do parasita.

Nos pets, o ideal é sempre utilizar produtos antipulgas, principalmente após o banho. E durante o processo de limpeza do ambiente, utilizar as coleiras antipulgas nos animais é o ideal, para evitar uma reinfestação.

Deixe um Comentário

X