Blog

Cuidados para seu cão passar o verão numa boa

  1. 03 Dez 2015
  2. 556
Cuidados para seu cão passar o verão numa boa

O verão de 2014 foi quente, mas, neste ano, segundo as previsões, a estação mais quente do ano promete ter temperaturas ainda mais altas. Assim como as pessoas, os cachorros também sofrem com o calor e exigem alguns cuidados diferenciados.

A ingestão de alimentos costuma diminuir no verão devido a menor necessidade calórica dos animais. O mais importante é que ela seja balanceada para cada fase da vida. Recomenda-se o uso de rações de boa qualidade para suprir todas as necessidades dos animais.

O que não pode faltar no verão é o fácil acesso à água potável. Para ser mantida uma boa hidratação, tornam-se necessários, por dia, em torno de 50 mililitros de água por quilo de peso, ou seja, um cão de 10 quilos deve ingerir, no mínimo, 500 mililitros de água por dia.

Passeios

Em dias de muito calor, é melhor levar o cão para passear no período da manhã, ainda bem cedo, ou à noite. O calor do meio dia pode ser muito perigoso para ambos. Se o dia for de calor extremo, deixe-o em casa. Ao retornar do passeio, não se deve oferecer água de imediato, e nem em grande quantidade.

Se os passeios se tornarem exercícios mais exaustivos, assim como o condutor faz uma avaliação médica, o cão deve passar por uma avaliação médica veterinária. Após as caminhadas, caso os coxins das patas fiquem ressecados, pode-se usar uma solução hidratante ou de silicone para hidratação.

Patologias

Em época de calor aumenta o número de casos de torção gástrica. Denominada de síndrome de dilatação e volvo gástrico, é uma patologia em que o estômago dilata e gira ao redor do eixo central, acumula fluídos, alimentos e gás. Existem fatores que predispõem a síndrome, como aerofagia, ingestão excessiva de água e alimentos, cães que se alimentam apenas uma vez ao dia, exercício cansativo ou qualquer atividade que cause estresse intenso.

Para prevenir essa patologia, cães devem ser alimentados com ração de alta digestibilidade e fracionada, nunca apenas uma vez ao dia. Também não se pode oferecer água em excesso após exercícios físicos ou brincadeiras, nem estimular o animal após uma refeição. Torna-se importante evitar caminhadas e esforços em dias muito quentes, porque isso estimula a ingestão excessiva de água e consequente torção.

Deixe um Comentário

Curta nossa página

Posts Recentes