Blog

De olho na alimentação dos filhotes

  1. 16 Out 2020
  2. 422
De olho na alimentação dos filhotes

A chegada de um pet a uma casa serve como motivo de alegria para todos, mas também de muito trabalho, sobretudo com a alimentação do filhote. O tutor precisa ter bem claro na cabeça que os 12 primeiros meses de vida do animal são decisivos para o seu crescimento e desenvolvimento.

Alguns cuidados são bem básicos para que isso acontece. Primeiro, recomenda-se que o pet não seja retirado da sua mãe antes de completar 45 dias de vida. Isso porque o leite materno, assim como para os humanos, tem anticorpos necessários para que o animal cresça saudável.

Depois desse período, o tutor precisa saber corretamente como alimentar o filhote, buscando oferecer para ele todos os nutrientes necessários para o seu desenvolvimento.

Nesta etapa, cuidar da alimentação é fundamental, pois é quando começa a vacinação do animal contra doenças como cinomose, parvovirose, entre outras.

O tutor precisa saber que as necessidade alimentar de um filhote e de um cão adulto tem boas diferenças. Os filhotes podem comer de três a quatro vezes por dia, ingerindo altos teores de proteínas, minerais, proteínas e gorduras, ao contrário do recomendado para os animais com mais idades.

Uma dica que deve ser seguida à risca pelo tutor é cuidar, desde cedo, da educação alimentar do animal. Esse é o primeiro passo para evitar que mais adiante o animal sobre com a obesidade, que traz sérios riscos para a sua saúde.

Deixe um Comentário

X