Blog

Esporotricose: risco para gatos e donos

  1. 09 Jun 2015
  2. 1659
Esporotricose: risco para gatos e donos

Feridas profundas no rosto e nos membros, perda de apetite, apatia, emagrecimento, espirro e secreção nasal. Ao identificar tais sintomas, fique atento, pois eles são os principais sinais da Esporotricose.

Esta doença, que no Rio de Janeiro já é tratada como epidemia, é um tipo grave de micose que ataca os gatos, sendo transmitida para os seres humanos através de arranhões, mordidas e o contato direto com a pele lesionada. 

A Esporotricose é provocada por fungo, transmitido ao gato quando ocorre o contato de suas garras com o material orgânico em decomposição contaminado, como cascas de árvores, palha, farpa, espinhos e o solo. 

Veja mais sobre a doença:

Nos gatos - os sinais mais observados são feridas no rosto e nos membros. As feridas são profundas, geralmente com pus, que não cicatrizam e costumam progredir para o resto do corpo. 

Nos humanos - a manifestação começa com um pequeno caroço vermelho, que pode virar uma ferida. Geralmente aparecem nas mãos, nos braços, nas pernas ou no rosto, às vezes formando uma fileira de pequenos caroços ou feridas. Também podem aparecer dores nas articulações e febre.

Tratamento - a doença é grave, mas tem cura. A gravidade das sequelas depende do tempo entre a manifestação da doença e o diagnóstico. Portanto, o ideal é procurar um veterinário assim que houver algum sinal da doença.

Deixe um Comentário

Curta nossa página

Posts Recentes