Blog

Gatos ganham mais espaço com pandemia

  1. 25 Nov 2021
  2. 70
Gatos ganham mais espaço com pandemia

Apesar de os cães ainda serem maioria nas casas dos brasileiros, o período de pandemia trouxe um novo panorama para os felinos. No isolamento provocado pelo coronavírus, um maior número de gatos entrou na vida das pessoas, como mostra a última edição da pesquisa Radar Pet 2021.

Segundo a pesquisa, 30% dos pets foram adquiridos durante a fase de pandemia, com uma predominância maior de gatos entrando nos lares do país. A maior parte deles, 84%, desses felinos foram adotados.

Vale a pena acrescentar que, ao contrário do que algumas pessoas pensam, gatos não são animais que precisam ser criados com acesso à rua.

Inclusive a exposição frequente e não supervisionada do animal ao meio externo, expõe o pet a doenças e outros perigos que impactam diretamente na expectativa de vida desses animais.

Os animais expostos à rua vivem até seis anos; já os animais criados em casa têm uma estimativa de vida de 15 a 20 anos.

Sabemos que o gato é tido como um animal muito independente, que não precisa ser levado para passear diariamente e não costuma exigir tanta atenção quanto os cachorros durante o dia a dia.

Além de serem animais fofos, principalmente quando pequenos, as famílias que têm um gato em casa, acompanham o crescimento do felino ajudando-os desde cedo com sua adaptação ao ambiente e integração à rotina familiar.

Deixe um Comentário

X