Blog

Hipertireoidismo felino

  1. 17 Mar 2022
  2. 2026
Hipertireoidismo felino

Você sabia que, dentre as doenças mais comuns em gatos idosos, o hipertireoidismo é responsável por acometer 10% dessa população? Isso significa que a cada 100 gatos idosos 10 irão manifestar a doença.

Os gatos que tem acima de 10 anos de idade são os mais acometidos.

Assim como os seres humanos, nossos gatos podem apresentar disfunção da glândula tireóide: elas se tornam mais ativas e, com isso, secretam mais hormônios ou, infelizmente, podem aparecer tumores na glândula.

O excesso de hormônio tireoidiano pode levar a problemas cardíacos, digestivos e afetar outros órgãos.

Os gatos demoram muito a manifestar sintomas e, muitas das vezes, passam despercebidos. Dentre os sintomas mais comuns, temos:  perda de peso, apesar de se alimentarem, aumento da ingestão de água,  agitação e miados excessivos, diarreia, alterações na pelagem e, raramente, apatia e letargia.

Por essa razão, é importante que os gatos idosos realizem a dosagem dos hormônios tireoidianos, além de visitarem o veterinário pelo menos a cada 4 meses.

O diagnóstico precoce da doença favorece um tratamento adequado e melhora na qualidade de vida dos animais.

Texto da dra Aline Gama Rangel

Deixe um Comentário

Curta nossa página

Posts Recentes

X