Blog

Nos primeiros dias de convivência com o pet

  1. 14 Dez 2020
  2. 429
Nos primeiros dias de convivência com o pet

A chegada de um filhote de cachorro em nossa casa, numa comparação, é quase como a vinda do bebê da família. Com certeza, um momento de muita emoção e muita alegria, mas que requer uma boa dose de cuidado, indo do trato até a boa alimentação, passando pela higiene e comportamento.

Logo de cara vá se acostumando aos choros dos primeiros dias, pois o animal sentirá falta da mãe e dos irmãos. A melhor receita é dispensar muito carinho e atenção.

Manter o ambiente tranquilo e calmo também vai ajudar bastante, além de ter um local aquecido e confortável para o pet, aliás, não só para os primeiros dias, mas sempre. Os brinquedos não podem faltar. Tudo isso ajuda o pet a identificar e a reconhecer o seu novo espaço.

É bom ficar de olho bem aberto com a alimentação do pequeno cão. De preferência, peça uma dica ao seu veterinário sobre qual é a mais indicada para o animal. O importante é que a ração seja de boa qualidade. Água fresca não pode falar nunca.

Trabalhar a parte comportamental do pet é vital desde os primeiros dias de convivência. Para isso, procure ensinar a ele as regras da casa, como oferecer comida de forma regular, entre quatro e cinco vezes por dia, em pequenas porções.

Ainda neste aspecto, trabalhe bem a hora das necessidades básicas. Ensine logo de cara ao animal o local certo para urinar e defecar. Nada de broncas, palmadas ou gritos. Com jeito, ele aprende.

No mais, comece desde cedo a acostumá-lo com uma rotina de brincadeiras, uma vez que a atividade física ajuda na saúde, no bem-estar e no desenvolvimento do filhote. E tudo, sempre, com muito carinho e atenção.

Deixe um Comentário

X