Blog

Pets e prevenção de doenças

  1. 24 Fev 2021
  2. 558
Pets e prevenção de doenças

Os animais de companhia estão presentes em quase metade dos lares brasileiros. O país tem a segunda maior população de cães e gatos do mundo, atrás somente dos Estados Unidos. Não à toa, os bichos de estimação têm sido vistos cada vez mais como membros da família.

Dados da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) de 2019, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no ano passado, apontaram que 46,1% dos domicílios tinham pelo menos um cachorro. Já os gatos faziam parte de 19,3% dos lares brasileiros. São quase 48 milhões de casas no país com pelo menos um pet, o que reforça ainda mais a necessidade de estar de olho na saúde dos bichos.

Para garantir o bem-estar dos animais e dos tutores, a vacinação é fundamental. Só por meio dela os pets permanecerão saudáveis e as pessoas que convivem com eles estarão protegidas contra agentes infecciosos circulantes. A vacinação previne o contágio entre um animal e outro, ou mesmo entre um animal e pessoas, no caso de zoonoses.

Além de ser um ato de amor para com os bichos, a vacinação é uma responsabilidade de saúde pública. Existem vacinas obrigatórias e opcionais, e o veterinário é quem vai definir o melhor protocolo de vacinação para o seu pet, baseado no estilo de vida, localização geográfica e viagens.
Cuidados necessários

Para que tenham uma vida plena não só de carinhos como também de saúde e bem-estar, alguns fatores são importantes, como alimentação, higiene e vacinação em dia. "O cuidado com o animal está diretamente ligado à prevenção de doenças. E a melhor forma de fazê-la é a vacinação, que deve ser recomendada e administrada por um médico-veterinário — diz Fabiana Avelar, médica-veterinária e Gerente de Produtos de Animais de Companhia da Zoetis.

"São as vacinas que garantem a proteção imunológica do animal", completa Alexandre Merlo, gerente técnico de Animais de Companhia da Zoetis.

Pensando na importância da prevenção pela vacinação e em aumentar o conhecimento das pessoas sobre doenças que acometem cães e gatos, a Zoetis lançou em seu site um espaço dedicado a esse tema. No site, há informações relativas a algumas das principais doenças, prevenção por meio da vacinação e o que esperar após a imunização.

De acordo com as recomendações atuais, cães e gatos devem ser vacinados logo nos primeiros meses de vida. Terminado esse ciclo preventivo inicial, a vacinação deve ser feita anualmente ou a critério do médico-veterinário.

Deixe um Comentário

X