Blog

Regras básicas para uma boa convivência com os pets

  1. 18 Set 2019
  2. 1443
Regras básicas para uma boa convivência com os pets

Ter um animal de estimação em casa, para muita gente, é uma alegria que não tem tamanho. Não é à toda que, nas casas brasileiras, vivem 54,2 milhões de cães; 39,8 milhões de aves; 23,9 milhões de gatos; 19,1 milhões de peixes e 2,3 milhões de répteis e pequenos mamíferos, segundo números de 2018 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Só que, principalmente no caso de cães e gatos, nem sempre a convivência com vizinhos ou com as pessoas em ambientes públicos, como a praia, é pacífica. Para evitar problemas, o tutor precisa ficar atento a algumas regras básicas.

Abaixo, listamos 9 delas. Isso pode ser um bom começo para uma plena harmonia entre tutores, vizinhos, terceiros e, claro, os nossos queridos pets. Confira:

01 - Sempre que sair do apartamento, o seu animal deve estar acompanhado pelo dono ou alguém de confiança, e preso por guias apropriadas e com focinheira, se necessário.

02 - Utilize sempre que estiver com ele o elevador de serviço ou a escada.

03 - Providencie a limpeza imediata e assuma a responsabilidade, caso o seu animal urine ou evacue em área comum.

04 - Mantenha o seu animal periodicamente vacinado contra as doenças, sejam elas transmissíveis ao homem ou não.

05 - Promova a sua higiene regularmente evitando que exale mau cheiro.

06 - Forneça a ele uma alimentação adequada.

07 - Leve-o para passear diariamente para evitar que sofra de estresse e, com isso, passe a latir demasiadamente.

08 - Proceda de acordo com uma posse responsável, ou seja, atendendo a todos estes pré-requisitos, a fim de que tenha o direito de argumentar em favor de seu animal de estimação, caso alguém manifeste posição contrária à permanência dele no condomínio.

09 - É proibida a circulação ou permanência de animais nas praias, independente de horário ou porte do animal.

Deixe um Comentário

X