Blog

Sinal de alerta no Verão contra pulgas e carrapatos

  1. 13 Jan 2016
  2. 519
Sinal de alerta no Verão contra pulgas e carrapatos

Sol a pico, na faixa dos 40 graus, mas sensação térmica de muito mais, sobretudo, no Rio de Janeiro. Aquela chuva de janeiro, junto com o forte calor. Clima quente e úmido. Um sinal de alerta para os donos de cães e gatos, um quadro perfeito para a ação de parasitas como pulgas e carrapatos.

Estes parasitas são capazes de provocar uma série de doenças nos pets, até mesmo naqueles que vivem dentro de casa. Isto porque pulgas e carrapatos precisam, justamente,  de calor e umidade para a reprodução. Até março, então, todo cuidado é pouco para os tutores de cães e gatos. 

De acordo com o veterinários, existem várias maneiras de o pet ser infestado por pulgas e carrapatos, entre elas, a mais comum é por meio do contato com outros animais. A infestação também costuma ocorrer no momento do tradicional passeio nas ruas, praças e parques, ou até mesmo na visita ao pet shop ou à clínica veterinária.

Para você saber mais sobre o tema, Fabiana Zerbini, gerente técnica da empresa farmacêutica Virbac, responde algumas questões importantes:

Cães e gatos que são criados dentro de casa têm chances de contato com pulgas e carrapatos? 

Sim. É importante saber que quando falamos de infestação por pulga, apenas 5% delas estão no animal na fase adulta. Os outros 95% estão no ambiente, nas formas de ovos, larvas e pulpas. Os proprietários de cães e gatos levam essas pulgas para dentro de casa em seus calçados ou mesmo através do contato com outros animais infestados. Por isso, mesmo animais que raramente saem de casa devem usar produtos preventivos para pulgas e carrapatos.

O que causam as pulgas e carrapatos?

Além da coceira – causada pela alergia a picada - as pulgas são responsáveis por transmitirem o Dipilidium canis (um tipo de parasita intestinal), puliciose (alta infestação por pulgas), que podem causa anemia principalmente em filhotes e em animais debilitados.

Os carrapatos podem matar?

Sim. O carrapato é transmissor de doenças transmitidas por protozoários (Babesiose) e por bactérias (Erliquiose). A Babesiose infecta e destrói glóbulos vermelhos e a Erliquiose destrói glóbulos brancos. São doenças de ocorrência mundial e podem levar os animais a desenvolverem manifestações clínicas variáveis que se não diagnosticadas e tratadas no início levam o animal a óbito.

Deixe um Comentário

Curta nossa página

Posts Recentes