Blog

Uma boa vida com os gatos

  1. 07 Mar 2017
  2. 217
Uma boa vida com os gatos

Se você trabalha no ritmo da vida moderna, com a maior parte do dia fora de casa, mas não abre mão de ter um animal de estimação, a melhor opção é ter um gato como companheiro. Em alta na preferência dos brasileiros, este tipo de felino se adapta muito bem à batida do mundo atual. O crescimento da taxa população desses felinos é de 8%, contra 4% da dos cachorros.

Os gatos costumam dar bem menos trabalho para seus donos, pois são autossuficientes e independentes, na maioria dos casos. Uma vantagem logo de cara é que você não precisar se preocupar em dar banho no animal,indo frequentemente a um pet shop, como acontece com os cachorros.

Com o seu tradicional “banho de gato”, os bichanos tratam de manter sua higiene própria. Ou seja, neste quesito você consegue ter ganhos de tempo e dinheiro.

Quem tem gato em casa não pode nunca descartar fazer sua castração, pois isso evita fugas, gravidez indesejada e reduz o risco de certos tipos de doenças, como infecções do útero, câncer de mama e males transmitidos no ato sexual ou mesmo em brigas.

Recomenda-se que se faça a castração do animal a partir de seis meses de vida. A operação, de acordo com especialistas, traz influências para a saúde e o comportamento dos gatos para o resto de sua vida.

Por exemplo, a castração altera todo o metabolismo do animal, que, embora passe a comer mais, passa a ter necessidades energéticas menores. Ou seja, é preciso que o dono fique mais atento à saúde do animal, pois sua possibilidade de ficar obeso aumenta. Neste caso, a solução é manter uma alimentação bem balanceada para garantir que seu companheiro tenha uma vida longa ao seu lado.

Deixe um Comentário

Curta nossa página

Posts Recentes