Blog

Dicas para seu pet não sofrer com os fogos de artifícios

  1. 16 Dez 2020
  2. 779
Dicas para seu pet não sofrer com os fogos de artifícios

Tudo bem que este final de ano, Natal e passagem de ano, serão bem diferentes. Em tempos de isolamento social por conta da pandemia do coronavírus, devemos evitar as comemorações presenciais. Mas uma coisa é certa: os foguetes e rojões devem fazer muito barulho como sempre. E para os pet este é um grande problema.

Se você já tem um pet ou conhece alguém que tenha, provavelmente sabe do medo – alguns têm verdadeiro pavor – que eles tem do barulho de fogos de artifício e rojões em dias de festas.

Cães e gatos têm a audição bastante sensível e potencializada em até seis vezes mais em relação à audição humana. Por isso, os barulhos extremamente altos podem além de assustá-los, acabar colocando-os em situações perigosas.

O fato de não entenderem do que se trata tamanho barulho, tende a assustar e fazer com que tentem se esconder ou “fugir” daquele incomodo. Por isso, nas festas de final de ano é sempre bom manter o seu animal em um local que ele se sinta seguro e acolhido.

Escolha um lugar que não tenha objetos ou móveis que possam machucar seu pet. É importante que seja arejado, livres de grades que possam ferir o pet e sem coleiras para evitar que se enforquem. Outro fator importante é não manter em um lugar muito pequeno, pois pode deixar o pet acuado e piorar ainda mais o medo dele.

Faça o possível para abafar a entrada de som. Tente colocar toalhas e cobertores em portas e janelas e inserir algodão no ouvido do pet. Também vale manter uma televisão ou som ambiente para distrai-lo.

Deixar brinquedos de pelúcia e brinquedos que podem ser recheados com comidas e petiscos são boas opções para entreter e distrair eles durante a queima de fogos de artifício.

O ideal nessas situações de festas de fim de ano e dias de jogos importantes é não deixar o pet que já tem histórico de medo sozinho. Mas, se não tiver jeito, esteja atento ao lugar que o pet vai ficar na sua ausência. É importante restringir o local para evitar que ele se machuque com objetos ou móveis pela casa. E também para evitar que eles consigam fugir da casa.

Se o pet for acostumado a ficar no lado de fora da casa, é bom nessa situação levar ele para a parte interna. E escolher o local mais seguro para ele.

Alguns animais ainda mais frágeis do que cães e gatos, como pássaros e animais silvestres, chegam a morrer em razão dos fogos de artifício devido a paradas cardiorrespiratórias. Os pássaros, portanto, devem ficar de preferência em locais onde o som seja abafado e coberto.

Deixe um Comentário

X