Blog

Donos contribuem para que pets fiquem obesos

  1. 15 Mai 2018
  2. 651
Donos contribuem para que pets fiquem obesos

A obesidade está mais do que nunca na lista de preocupação dos veterinários. E uma grande parte da culpa é dos tutores, como revela pesquisa recente com donos de animais domésticos do Brasil, China, Rússia, Reino Unido e Estados Unidos. Segundo o estudo, 54% deles costumam oferecer mais alimentos aos pets do que o necessário quando eles pedem. A pesquisa mostra ainda que 22% dos tutores oferecem alimentação em excesso. Só 20% dos donos dão comida aos animais na medida certa.

O forte vínculo emocional entre os tutores e seus animais doméstico pode ser parte do problema. Muitos tutores expressam carinho por meio da alimentação, o que pode facilmente levar o animal a consumir mais calorias do que ele precisa.

Na pesquisa, 59% dos tutores de cães e gatos disseram que se sentem recompensados ??ao alimentar seu animal de estimação e 77% disseram que seu animal fica feliz quando oferecem alimento a ele. Infelizmente, muitos tutores não estão plenamente conscientes sobre as conseqüências do excesso de alimentação ao animal.

A pesquisa identificou ainda que 61% dos entrevistados desconheciam que os animais com excesso de peso podem ser suscetíveis a diabetes e doenças ortopédicas e, consequentemente, a redução da qualidade de vida em 53%, ao risco de doença cardíaca em 53% e a um tempo de vida mais curto para 51%.

Riscos da obesidade

A obesidade gera uma série de problemas para os pets. Entre eles estão: câncer, problema de pele, diabete, problemas cardíacos e circulatórios, estresse térmico, comprometimento imunológico, distúrbios gastrointestinais, diminuição da expectativa de vida e problemas respiratórios.

A escolha de um alimento adequado deve ser cuidadosa, já que a alimentação é uma das principais causas do sobrepeso. É fundamental buscar a orientação de um médico veterinário para avaliar uma série de fatores, a fim de definir a dieta mais precisa para o animal.

Deixe um Comentário