Blog

Férias com os pets exigem muitos cuidados

  1. 11 Dez 2019
  2. 1528
Férias com os pets exigem muitos cuidados

Dezembro lembra Verão, festas de final de ano e, claro, férias. E quem pode pegar a estrada com seus cães e gatos, o que exige uma série de cuidados que vão do planejamento da viagem até a alimentação deles no outro destino. Tudo para garantir a saúde o o bem-estar do animal, tanto na ida quanto na volta.

Se você vai para sítio ou fazenda, seu animal pode adquirir carrapatos e pulgas. Carrapatos são transmissores de doenças como Babesiose e Erlichiose e, para evitar essa contaminação e prevenir o contágio, um bom método profilático deve ser empregado.

Mas se o destino for a praia, é importante consultar o médico veterinário porque será necessário um vermífugo para prevenir a Dirofilariose, também chamado de "verme do coração", que é uma doença parasitária dos cães, podendo também afetar os gatos.

Estes parasitas migram por meio da pele e da musculatura, penetram nos vasos sanguíneos e finalmente alojam-se no ventrículo direito, na artéria pulmonar e na veia cava. Dependendo do grau de infestação, os parasitas poderão provocar uma redução considerável da função cardíaca, dificuldades respiratórias e uma tosse crônica.

Consultar o veterinário é fundamental, pois a medicação precisa ser ministrada com alguma antecedência, antes da época do ano que os transmissores costumam agir.

Na volta da viagem é importante a prescrição de um vermífugo para o seu animal. Ele pode ter tido contato com ambientes bastante contaminados. O diagnóstico da maioria das espécies de vermes é feito por meio do exame de fezes. 

Observe também o ouvido do seu animal. A presença de cera em excesso, cheiro desagradável, vermelhidão ou coceira podem indicar otite e, neste caso, é necessário fazer uma higienização correta.

Deixe um Comentário

X