Blog

Pets: companheiros no isolamento do coronavírus

  1. 27 Mar 2020
  2. 978
Pets: companheiros no isolamento do coronavírus

O isolamento social imposto pela pandemia do coronavírus aumentou, nos Estados Unidos, a procura pela adoção de animais de estimação. Com o problema, a ideia de ter um companheiro fiel para passar esses dias duros ganhou importância na vida dos norte-americanos.

Aí está uma boa alternativa para ser adotada por aqui também. Boa para pets, ao evitar o abandono, e também para as pessoas, que na quarentena terão um amigo do lado.

Sem contar que adotar um animal é uma ato de puro amor. Por isso, exige um grande comprometimento para garantir uma guarda responsável. Algumas dicas são cruciais na hora de levar um animal para casa. Veja algumas delas:

– Verifique o tempo disponível para brincar com seu novo amigo. Não adianta adotar um animal para deixá-lo sozinho em casa.

– Veja se sua condição financeira é adequada para adotar um cão ou gato. Eles precisam de assistência médica, vacinas, rações específicas, ou seja, você também vai ter gastos com ele.

– Tenha responsabilidade. Não se empolgue na hora da adoção. Você não poderá se desfazer do bichinho quando quiser.

– Fique de olho na castração: é importante para evitar crias indesejáveis e, além disso, animais castrados tendem a ser mais receptivos. Há alguns abrigos que entregam o animalzinho já castrado, outros não. Nesses casos, procure o médico veterinário de sua confiança.

– Repare se o animal é sociável. Se você já tem em casa um cão idoso, por exemplo, não é uma boa ideia adotar outro bicho. Animais mais velhos não se adaptam com facilidade e, além disso, precisam de cuidados especiais. Seu velho amigo não pode se estressar à toa.

Deixe um Comentário

X